Devaneios Modísticos - Episódio de hoje: A jaqueta branca

10:00:00



Com o passar do tempo, a gente vai crescendo, aprendendo e se conhecendo melhor, né?

Mas quem não tem episódios engraçados para contar ou tem peças que precisavam entrar no seu guarda roupas??

Pois é, hoje começo essa série de posts com as histórias de peças que fizeram/fazem parte do meu armário e das minhas andanças por esse mundão de Meu Deus.

O episódio de hoje fala sobre um desejo que andava dentro do meu coraçãozinho há muito tempo! Não lembro da origem da minha necessidade de ter uma jaqueta branca. Devo ter visto incessantemente pelas publicações relativas ao jeans dos anos 90/2000 ou simplesmente olhei um dia e percebi que precisava de uma clássico como aquele pendurado da forma mais amistosa possível no cabide.

Só sei que toda vez que entrava nas lojas de departamento, corria até as promoções e depois ia na área reservada ao jeans e lá estavam elas... Uns 3 modelos, sempre, com botões, recortes e detalhes espetaculares, mas toda vez que a etiqueta era achada, lá vinha a desilusão... R$ 150,00 em uma coisa branca, que ia ter que ser lavada toda vez que usasse, toda a utilidade dela, caía por terra, depois de perceber que meu suado dinheirinho da bolsa do estágio poderia ser quase todo usado naquela peça.

E mais uma vez, saía da loja sem a tão querida jaqueta... Dias e noites pensando que qualquer look ficaria perfeito com aquela peça tão versátil, mas ficaria para a próxima vez. Acho que esse ritual foi repetido inúmeras vezes durante uns, sei lá, 3 anos (?!?!).

E em toda troca de estação, estava eu lá... Procurando uma jaqueta branca, bem bonitona ou  da simples mesmo, sei lá, o que coubesse no meu bolso na ocasião e nada das benditas abaixarem  de preço! "Será que nunca vou conseguir ter uma dessas pra chamar de minha?!" pensava tooooda vez, mas a esperança é a última que morre, então pensava que o universo me reservava algo melhor, em relação à jaqueta ou às possibilidades de comprar.

Tá, já estava pensando que um dia na vida teria a tão sonhada jaqueta e parei um pouco com a busca ininterrupta. Muitas coisas aconteceram, comecei a estagiar em um lugar onde podia controlar o ar condicionado, em Brasília parou de fazer frios absurdos e eu andava de ônibus e metrô, lugares onde uma peça branca poderia ganhar lembranças eternas, coisas que não queria.

Até que fui fazer intercâmbio e em meio às idas e vindas nas lojas em saldo, me deparo, na Zara, com uma majestosa, maravilhosa e imaculada JAQUETA BRANCA! Já fui direto, sem medo de ter o que comer ou não no meu primeiro mês em Portugal, afinal, tudo em saldo, óbvio que aquela jaqueta também estaria. Tão linda, perfeita, cheia de tachas, um perigo nas portas giratórias de banco e nos apitadores insistentes dos órgãos públicos, mas dali em diante nada me separaria daquela peça linda! Fui ver a etiqueta e nada me satisfez tanto quando perceber que ela custava 25 Euros, tentei converter, mas meus neurônios calculistas não foram tão rápidos quanto meus hormônios de felicidade!

Experimentei ali mesmo, no meio da loja, sem qualquer cerimônia, mesmo estando em um país diferente, vai que eles tinham costumes muito diferentes e eu fosse jogada dali pra fora, né? Mas nada aconteceu, além da minha felicidade ter sido estampada na cara e não ter saído nunca mais!

Comprei mais algumas coisinhas, mas o meu foco principal era a tão sonhada jaqueta jeans!

Tudo corria bem, quando cheguei em casa percebi que sim, ia conseguir comer durante o mês (UFA!) mas me ocorreu um pensamento um tanto quanto triste, estava um frio, digno do Alaska (sou muito friorenta) e a minha querida jaqueta ia ter que esperar um pouquinho para sair para ver a luz do dia, mas o que eram 2 ou 3 meses, comparados aos anos que procurava aquela perfeição em forma de jaqueta??

Então #fikdik nunca é tarde para um sonho! Ainda mais se ele for relacionado à moda, uma promoção, uma viagem e até um brechó podem te surpreender! Ontem mesmo usei a minha querida jaqueta e ouvi tantos elogios relacionados à ela que me fazem pensar o quanto valeu a pena esperar o momento certo e a jaqueta certa surgirem!

Hoje, percebo que aquela peça tão desejada por anos, nada mais é do que uma peça que todo mundo deveria ter no armário, ela dá uma look a qualquer look mais sóbrio e ainda demonstra a coragem de sair com uma peça branca por ai. Depois de anos procurando, 3 anos usando, afirmo e reafirmo que a minha querida jaqueta, foi uma das melhores compras da minha vida!

You Might Also Like

1 Comentários

  1. Uai cadê a sua foto com essa belezura ��
    Adorei o relato ��
    Beijos
    Jana Guimarães

    ResponderExcluir

Obrigada por chegar até aqui! Volte sempre... =)

Instagram

O blog apoia:

Facebook

Pinterest