Moda por ai: Ateliê Vivo - SP

15:00:00

Nossa, como eu tinha esquecido de fazer esse post??? Um momento tão legal, que não poderia ter passado em branco assim. #ShameOnMe



















Bom, ano passado, pelas andanças na internet, enquanto ainda estudava moda, li sobre uma biblioteca de modelagens, achei o máximo e fui correr atrás. Foi daí que me deparei com o Ateliê Vivo e realmente funcionava como uma biblioteca de modelagens, inclusive com moldes de estilistas famosos como Herchcovitch, Ronaldo Fraga e outros.

Me encantei com todo o projeto, fui correr atrás de me inscrever, mesmo sabendo que era em SP, pq vaaaaaai que eu teria a oportunidade de ir, né?? Mandei e-mail e um tempão depois recebi a resposta e ela era maravilhosa!!! Estavam me pedindo para indicar os dias que poderia ir, pensei, pensei, pensei... E marquei para o início de novembro.

Guardei o $ suficiente, poupei tudo que dava e fui! Aproveitei São Paulo ~ amooooo SP~ e no sábado que estava na cidade, fui conhecer e projeto e aproveitar a oportunidade.

Senta que lá vem história... Um prédio quase abandonado, a Casa do Povo, num dos bairros mais conhecidos pelas vendas de roupas, o Bom Retiro, que está em processo de revitalização abrigava o projeto, um andar inteiro, quase vazio, mas cheio de sonhos, vontades e principalmente, talentos

Um grupo de jovens senhoras já estava cortando e costurando peças, pensando quando iria usar aquela peça “do estilista famoso” costurada por elas... Eu, encantada, poderia ter ficado o dia inteiro ali, observando, percebendo e aproveitando a companhia de todos os envolvidos, mas também queria me envolver! Abri minha mochila, onde carregava alguns tecidos (requisito para participar do projeto) e fui à minha mesa, pra também fazer a minha peça com o molde da biblioteca. Procurei vários moldes, queria aproveitar todos, mas o tempo, uma tarde de sábado era muito pouco pra tanto. Escolhi, peguei meus apetrechos e também fui participar daquele sonho!

4 horas depois, 3 peças quase acabadas – eu fiquei com vontade de vivenciar o projeto no meio dos processos, deixei a costura quase no fim e fui conversar, sentir e lanchar com todo mundo. Tirei algumas fotos, conversei e saí de lá flutuando! É... flutuando! Percebi que o consumo consciente existe e tem gente pensando na maré contrária ao fast. O slow está aparecendo, de forma tímida ainda, mas está vindo e percebo que cada dia mais está ganhando força ~de vontade e de trabalho~.

Fiquei extremamente honrada de participar desse projeto, ter sido uma das pessoas a apoiar o projeto e principalmente, por vivenciar tudo aquilo. Obrigada grupo G>E pelo projeto, sendo de Brasília e não conhecendo projetos tão criativos fico até besta com tanta vontade e criatividade que São Paulo proporciona aos estudantes/amantes de moda. 

Para mais informações: atelievivo@gmail.com




















Foi bom! Valeu, até a próxima!


Fotos: André Miranda

You Might Also Like

0 Comentários

Obrigada por chegar até aqui! Volte sempre... =)

Instagram

O blog apoia:

Facebook

Pinterest