How many miles to Wonderland?

10:00:00

Meio sem entender o que ia estudar, me joguei de cabeça no meu curso técnico de vestuário. Com o passar do tempo percebi que já deveria ter estudado isso há muito tempo, mas acredito que tudo acontece na hora certa. Se era pra começar a estudar moda depois do curso de direito, assim foi e assim está sendo.


Sempre me interessei pelo assunto e até no intercâmbio as pessoas percebiam que as coisas comigo eram diferentes, sempre me questionava como me vestir em determinados lugares e ambientes que nunca havia frequentado, mas também me encantava com as estéticas pelo mundo a fora. Adorava parar quietinha em algum lugar e só ficar observando as pessoas, fotografando e prestando atenção nos locais.

Não vou dizer que todas as matérias que estudo são maravilhosas, mas todas convergem para um bem maior, saber com é o mecanismo da moda, antes mesmo de acontecer desfiles, eventos e ações de marketing.

Nesse último semestre tivemos que cumprir mais um desafio e construir um figurino, baseado no filme Alice no País das Maravilhas, sim o filme é muito louco, cheio de referências das mais visíveis às mais obscuras e com elenco e figurinos muito ricos.


Para desenvolver esse trabalho, assisti o filme mais 2 vezes, escutei a trilha sonora, pausei, voltei, anotei, pensei, sonhei, tive até pesadelos... Mas no final consegui desenvolver o trabalho.

Mas como nada nesse mundo fashion é simples como parece, o processo da criação começou quando aprendemos um técnica de moulage do Jum Nakao ~ um dos grandes expoentes em moulage no Brasil ~ produzi um vídeo bem rapidinho so pra vocês terem um gostinho de como funciona essa técnica de moulage.


Depois de produzirmos o molde, tivemos que pensar em como criaríamos 2 peças de vestuário, um top, que, obrigatoriamente, deveria ser em jeans sem elastano e um bottom, que poderia ser em qualquer material.

Para fazer esse trabalho e não gastar horrores ~ em todos os trabalhos tento gastar o mínimo, já que temos muitos e quero sempre fazer um mais lindo que o outro ~, comprei calças jeans em um bazar, elas custaram R$ 1,00 cada uma... Olha que economia!!! Mas no fim das contas, comprei um monte de cacareco e gastei bastante! hehehe


Primeiro, tínhamos que pensar em conceitos, formas, peças, elementos mil... É complexo e se eu escrever tudo aqui o post ficará enorme e enjoativo. O primeiro passo é pensar em uma imagem inspiração ou fazer um painel com várias imagens, eu que sou a loka do Pinterest, amei brincar de procurar várias referências.
Depois de pensar em tudo isso, comecei a criar a peça, a intervenção no jeans, a textura e em todos os elementos que iam compor o look.


No final de tudo, tivemos que criar um portfólio, com todas as fases de desenvolvimento do produto final: o figurino.



Acho que depois de tanto esforço percebo o quanto criar é gratificante, cansativo e estupendo ao mesmo tempo. Furar os dedos, costurar, ter dor nas costas, criar, pensar, desenhar, desenvolver, chorar, desesperar e depois de tudo ver aquilo tudo valeu a pena e que você conseguiu é maravilhoso.
Ainda vou postar muitas fotos nas redes sociais, pq sério... Nunca achei que conseguiria parar de pensar no quadradinho e desenvolver coisas tão criativas e legais.




Esse foi o resultado de 3 semanas de dedicação total, alguns dias e noites pensando, pensando e pensando, algumas ideias furadas e outras que super dariam certo. Usar materiais alternativos e pensar um pouco na sustentabilidade são primordiais no desenvolvimento de qualquer peça e principalmente, quando estamos pensando e criando peças mais conceituais.



Espero que tenha esclarecido algumas dúvidas e clareado as ideias, pra quem não sabe o que se estuda em um curso de moda! hehehe
=***

You Might Also Like

0 Comentários

Obrigada por chegar até aqui! Volte sempre... =)

Instagram

O blog apoia:

Facebook

Pinterest